14/03/16

Folar folhado em flor (ou rosas)


Já viram bem que a Páscoa está à porta? Ainda ontem começou o ano de 2016 e já estamos quase na Páscoa e Primavera! Quando se diz que o tempo voa, é mesmo verdade!!

Acho que já o disse por aqui, Páscoa para mim sem folar, não é Páscoa! Em boa verdade, podia comer folar todo o ano, adoro a combinação de canela, erva-doce e açúcar!

No Algarve, o folar da Páscoa é doce, com massa de bater e ovo no meio ou folar folhado de Olhão. Nós cá em casa gostamos de ambos. Quando há folar em casa depressa desaparece, uma fatia aqui, outra ali, mais uma passagem pela cozinha e lá vai mais uma fatia, e de repente, desapareceu! 

Há anos já tínhamos feito folares de Olhão, desde então nunca mais havíamos experimentado, principalmente porque é bastante demorado. O ano passado cruzei-me com este folar da Margarida do Figo Lampo e adorei! Assim que me apercebi que a Páscoa estava mesmo aí, decidi de imediato que seria este o folar da Páscoa 2016 cá em casa! 

Espero que gostem tanto como nós!


Ingredientes (para 1 folar):

Massa
560g de farinha sem fermento
25g de fermento fresco
sumo de 1 laranja
75ml de leite morno
120g de manteiga derretida
1/2 cálice de aguardente
3 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de erva-doce em pó
1 colher de chá de canela
1 ovo
1 pitada de sal

Recheio
+/- 150 gr de manteiga derretida
8 colheres de sopa de mel
+/- 100 gr açúcar amarelo
+/- 3 colheres de sopa de canela em pó
(estas quantidades não são exatas, fui acrescentando durante o processo de enrolar a massa)

Preparação:
Colocar a farinha e o sal num alguidar fundo e abrir uma cavidade no centro. Desfazer o fermento no leite morno e coloca-lo na cavidade feita. Juntar o açúcar, a erva-doce, a canela, a manteiga, o ovo, o sumo de laranja e a aguardente. Misturar a farinha com os líquido, retirando-a das laterais para o centro, amassar muito bem até obter uma massa macia. Cobrir com um pano e deixar levedar até dobrar o volume.



Preparar uma forma redonda, com 22 cm, untar com manteiga e forrar com papel vegetal no fundo e laterais.
Preparar a mistura de açúcar e canela. Retirar a massa para uma superfície enfarinhada e dividi-a em 8 porções com o mesmo peso (as minhas pesavam entre 128 gr e 130 gr).
Esticar uma de cada vez com ajuda do rolo (deverá ficar fina) até obter +/- a forma de rectângulos (aproximadamente 8x24cm). Pincelar com a manteiga derretida, polvilhar abundantemente com a mistura de açúcar amarelo e canela e regar com uma colher de sopa de mel. Enrolar a massa de fora para dentro, dobrando as pontas para dentro, depois enrolar todo o seu comprimento a partir de uma das pontas.
Colocar na forma, começando a dispor pelo centro. Repetir o mesmo procedimento dispondo as restantes porções de massa em redor, deixando um pouco de espaço entre elas para que possam crescer ainda no segundo processo de levedação. Tapar a forma com um pano ou manta e deixar novamente a levedar até que dobre de volume.
Dispor umas nozes de manteiga sobre as rosas de massa, polvilhar com um pouco de açúcar amarelo e canela e leve ao forno pré-aquecido a 190º durante aproximadamente 30-40 minutos. Se o topo começar a queimar cobrir a forma com uma folhar de alumínio.
Retirar do forno, deixar arrefecer completamente na forma e desenforma.

Notas:
Para acelerar o processo de levedação pode pré-aquecer o forno a 100 ºC, desligá-lo e colocar a forma dentro do forno tapada com uma folha de alumínio até que a massa duplique de volume. Fiz este processo na segunda levedação.

Na pesquisa sobre este tipo de folar encontrei também este da Vera do Hoje para Jantar que me levou a este vídeo que exemplifica o processo de enrolamento da massa.



5 comentários:

  1. Da ultima vez que fim um soube-nos muito bem também! Há muito tempo que não faço! Apetecia-me uma fatia desse! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ficou tão lindo, o recheio é simples e delicioso
    Boa semana

    ResponderEliminar
  3. apetecia-me uma fatia :p
    hummm ... este ano ainda não fiz nenhum!
    bjs
    Carla
    http://cromasdacozinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Uma receita que procuro há muito tempo, esta é uma excelente proposta!
    Um beijinho
    Helena
    Cooking
    http://cookingbooksblog.blogspot.com/

    ResponderEliminar