27/09/15

Tarte de limão merengada



Quem segue a página do Cozinha Fresh no Facebook viu que esta semana ainda com ideias de fazer uma pavlova, mas depois acabei por ver que não ia ter tempo para deixar arrefecer convenientemente, e com o medo de fazer asneira logo na primeira experiência, decidi optar por outra coisa que também não me saía da cabeça. 

Adoro tudo o que são receitas com limão, acho que já é coisa de família, a minha mãe adora e o meu filho também. Limão é o único ingrediente que consegue competir com o chocolate quando se pensa fazer sobremesas ou bolos. 

No primeiro fim-de-semana de Outono, seria mais adequado publicar uma receita com os tons e sabores da nova estação, mas por aqui ainda não cheira a Outono, tivemos um fim-de-semana quente, com um sol brilhante e noites, diria até, amenas, melhores do que algumas noites de Agosto.

Esta foi a minha estreia com merengue, sem que fosse incorporado em creme de manteiga, posso dizer que gostei bastante e que que vou repetir com toda a certeza. Ficou tão suave e brilhante (e saboroso) que só me apetecia comer à colherada quando estava a colocar no saco de pasteleiro!


Ingredientes:
Base
2 pacotes de bolacha Maria 
2 ovos
2 colheres de sopa de manteiga sem sal

Creme de limão
375 ml de leite
220 gr de açúcar 
50 gr de maizena
80 gr de manteiga sem sal
160 ml de sumo de limão (+/- 2 limões médios)
raspa de 1 limão médio
6 gemas de ovo

Merengue italiano
60 ml de água 
220 gr de açúcar fino
sumo de limão (10 gotas)
2 claras


Preparação:

Base
Colocar as bolachas no robot de cozinha e triturar completamente. Com o robot em potência média, juntar os ovos e a manteiga, continuar a triturar até obter uma massa homogénea e maleável. 

Retirar, colocar numa superficie limpa e juntar toda a mistura formando uma bola. Colocar numa tigela, cobrir com película anti-aderente e levar ao frigorífico durante 30 minutos.

Creme de limão
Juntar 300 ml de leite e o açúcar numa panela, levar ao lume em potência média, mexendo sempre até o açúcar dissolver por completo. Deixar levantar fervura. Numa tigela, juntar o restante leite com a maizena e mexer com a vara de arames até esta se dissolver completamente, adicionar à mistura de leite e açúcar, mexendo sempre, com a vara de arames, até começar a engrossar.  

Adicionar a manteiga e mexer até derreter por completo. Adicionar o sumo e a raspa de limão e as gemas, continuar sempre a mexer, durante 3 a 4 minutos. Retirar do lume e reservar durante um pouco.

Montagem da tarte
Forrar o fundo e as laterais de uma tarteira (+/- 21 cm) com a massa de bolacha, pressionar com o fundo de um copo na base para que esta fique mais lisa. Juntar o creme de limão, alisar a superfície com uma espátula. Levar ao frigorífico durante 1 hora (ou até arrefecer completamente).

Merengue italiano
Colocar a água e o açúcar num tacho, levar ao lume (em potência elevada). Envolver bem até que o açúcar se dissolva por completo. Adicionar as gotas de limão e deixar ao lume (em lume médio) até formar uma calda forte (cerca de 2/3 minutos após levantar fervura). 

Enquanto isto, colocar as claras a bater em potência média, quando estas formarem espuma, sem parar de bater, adicionar a calda de açúcar em fio. Continuar a bater durante alguns minutos (cerca de 10 minutos) até obter uma mistura firme e brilhante. 

Colocar o merengue num saco de pasteleiro com o bico em forma de estrela. Retirar a tarte do frio e cobrir a sua superfície com pequenos montinhos. Levar ao forno, pré-aquecido a 175 ºC, durante 60 a 90 segundos, ou até os picos do merengue estarem num tom castanho claro.


Notas:
Usar sempre a vara de arames para mexer as várias misturas do creme. Quando adicionar ao leite e açúcar, a mistura de leite com maizena, mexer continuamente, pois o processo é muito rápido, a mistura engrossa muito depressa e se parar de mexer pode começar a colar à panela.

No merengue, quando adicionar a calda, a taça da batedeira irá ficar muito quente, para que o merengue fique firme mais depressa, pode arrefecer-se envolvendo um pano molhado do lado exterior. Desta vez usei uma placa de gel frio (daquelas que usamos para manter o fresco nas lancheiras) que fui passando ao longo da taça. 

Espero que gostem! ♥ [Não recomendado a pessoas pouco gulosas.... ]

Seguir também em: Facebook | Pinterest | Instagram | Bloglovin

3 comentários:

  1. Está tão linda :) Mesmo com aquele ar delicioso e delicado!! Beijinho

    www.sotaodaverdinha.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Uau! Ficou muito bonita essa tarte. Fiquei muito tentada a experimentar.
    Lindas fotografias, Rute. Adorei.
    Beijinho
    Sílvia Martins

    ResponderEliminar