22/12/15

Tarte de batata doce e frutos secos



Mesmo com o Natal à porta, e espero que ainda a tempo de vos dar uma receita para estes dias de festa, hoje apresento-vos uma tarte que para mim cheira mesmo a Natal. Eu não me sinto ainda completamente em modo de Natal, é estranho, mas para mim parece que ainda não estamos no Natal, apesar de haver luzes, árvores, música e gente atarefada com presentes por todo o lado, eu ainda não me convenci que daqui a 4 dias estamos no Natal! Acho que é por causa da falta de frio e das imensas coisas que tenho tido na cabeça nas últimas semanas. Apesar de tudo isto, tenho uma linda árvore de Natal e os presentes embrulhados e prontos a distribuir.

Já disse por diferentes ocasiões que sou mega fã de pasteis de batata doce (ou azevias), adoro desde sempre e para mim, Natal sem pasteis de batata doce não é Natal (se calhar é isso que falta… ainda não comi um pastel este ano!). Desde pequena que via a minha mãe fazer, adorava aquele dia, aquela azáfama à volta do alguidar de amassar a massa, mas ela não gostava nada, mesmo nada, que nós andássemos por ali a mexer na massa, a lamber a colher do recheio, etc. Sempre ela fez uma caixa cheia de pastéis para comermos e partilharmos com as visitas nesta quadra. Depois comecei eu também a fazer, sempre que posso e que me sinto com vontade de passar um serão a amassar, moldar e fritar pastéis, não hesito! Dá trabalho, mas no fim compensa. Nos últimos anos, tenho feito com uma amiga, mas este ano nem uma nem outra se sentia capaz de fazer (e comer) estes belos pastéis, então, decidi optar por uma alternativa, não menos natalícia e com os mesmos sabores usados nos pastéis.
Espero que gostem. Quem provou gostou!


Ingredientes:
Massa
150 farinha (fina para bolos)
50 gr de manteiga sem sal (à temperatura ambiente)
1 ovo (tam. L)
1 pitada de sal
50 gr de açúcar em pó

Recheio
3 batatas doces (cerca de 650 gr quando cruas
1 pitada de sal
150 gr de açúcar amarelo
50 gr de miolo de amêndoa
50 gr de miolo de noz
50 gr de manteiga sem sal
1 colher (de sopa) de maisena
3 ovos (tam. L)
30 gr de amêndoa laminada
canela q.b.

Preparação:

Massa
A massa é igual à usada na base nestas tarteletes. Numa taça grande, misturar a farinha, o açúcar em pó e o sal. Abrir um buraco no meio desta mistura e colocar o ovo batido e a manteiga, envolver com a ponta dos dedos até formar uma massa. 
No inicio, a massa cola-se aos dedos, deverá continuar a envolver até que a massa comece a desprender. Formar uma bola com a massa, tapar com um pano uma mantinha e deixar repousar durante 30 minutos. 
Colocar a bola de massa entre duas folhas de papel vegetal e estendê-la até obter um círculo do tamanho da forma a usar. Retirar a folha de papel superior e manter a debaixo. Transferir a massa para a forma com o papel vegetal e ajeitar a massa nos rebordos.

Recheio
Lavar muito bem as batatas doces, colocá-las num tacho, cobrir com água, temperar com uma pitada de sal e levar ao lume para cozer. Deixar cozer até as batatas estarem bem macias. Retirar as batatas do tacho e deixar arrefecer ligeiramente.
Pré-aquecer o forno a 180 ºC.
Entretanto, triturar o miolo de amêndoa e de noz até obter um granulado bem fino. Misturar este preparado com a maisena e reservar.
Retirar a pele das batatas e cortá-las em bocados grandes. Colocar as batatas num robot de cozinha e triturar muito bem. Juntar o açúcar amarelo e a manteiga, triturar novamente. Adicionar os miolos de amêndoa e noz, voltando a triturar mais uns segundos. Por fim, adicionar os ovos e triturar mais uns segundos até obter uma massa bem homogénea. Se necessário, entre adições, raspar as paredes do copo do robot de forma a envolver a massa retida. 

Montagem
Verter o recheio sobre a massa previamente preparada e alisar a superfície para que esta fique uniforme. Espalhar a amêndoa laminada sobre o recheio. Cortar o excedentes de massa nos rebordos. Levar ao forno durante cerca de 40 minutos. 
Retirar do forno e deixar arrefecer. Polvilhar com açúcar em pó e canela antes de servir (eu esqueci-me desta parte antes de fotografar...).

Não tenho foto do interior porque esta tarte foi para um lanche de aniversário, mas posso dizer que as pessoas que provaram gostaram muito. Não é muito doce, para quem gosta de batata doce e canela, é perfeita!

[As fotos não estão totalmente do meu agrado, espero que as próximas fiquem mais ao meu gosto depois do lindo dia que passei ontem e do que aprendi, quem me segue no Instagram sabe do que falo, quem não segue, passe por lá! Nos próximos dias vou falar e mostrar um bocadinho desse dia!]

Seguir também em: Facebook | Pinterest | Instagram | Bloglovin

3 comentários:

  1. Sou fã de tartes e esta com batata doce deve ser maravilhosa! Feliz Natal! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Linda!
    Boas Festas com muita saúde e paz.
    bjinho

    ResponderEliminar